Ghost

My Button Collection

les miserables + tumblr posts (inspired by this and other such posts)

(Source: okiswonderful)

  • Lady on the bus next to me: Tell me again- what are you not going to do in daycare today?
  • Little boy: I will not hit the teacher with a light saber.
  • Lady: And why are you not going to hit her with a light saber?
  • Boy: It is my toy, and my choice, but if I hit her with the light saber, I'm acting like a Sith.
  • Lady: Do you want to be a Sith?
  • Boy: No! I am Obi-Wan!

virare:

the best part about being in your 20’s is slowly caring less and less about what people think of you and surrounding yourself with good people

the worst is that I’m broke

my-tardis-sense-is-tingling:

please tag your guardians of the galaxy 2 spoilers

(Source: jesus-frankenstein)

bogarted:

"My son tells me, ‘Do you realize you are the last one? The last person who was an eyewitness to the golden age?’ Young people, even in Hollywood, ask me, ‘Were you really married to Humphrey Bogart?’ ‘Well, yes, I think I was,’ I reply. You realize yourself when you start reflecting — because I don’t live in the past, although your past is so much a part of what you are — that you can’t ignore it. But I don’t look at scrapbooks. I could show you some, but I’d have to climb ladders, and I can’t climb,"

R.I.P Lauren Bacall (1924-2014)

artemisfowlstolemysoul:

Being a nice person is so fun

Waiter messes something up? You can see the relief on their faces when you don’t scream and swear at them about it

Extra tickets at an arcade/prize place? Watch a little kid’s face light up when you give them a bunch of tickets

There are too many assholes in this world. Be a nice person.

dierwolf:

2014 was one of those years that started out like “THIS IS GOING TO BE GREAT!!!” and its halfway through and we have a war going on, a deadly disease has been spread, countless shootings have happened, racism is alive, more people have been leaving living things inside of hot cars, and robin williams is fucking dead

(Source: dierwolf)

Sobre poetas mortos

Mais uma vez recorro ao tumblr para certos pensamentos que me atormentam no momento. Meu primeiro instinto é sempre postar mo twitter, onde mais pessoas podem ler. Mas não acho que o formato seja adequado, nem que seja um texto para pessoas lerem. Para mim, muitas vezes escrever apenas já é um processo libertador, ser lida é consequencia. Escrever pra minha mente é o equivalente a arrumar minha estante. O bom e velho ‘colocar os pensamentos em ordem’. Na verdade, é muito mais que isso. É tirar uma fotografia das suas emoções.
O que me levou a escrever esse texto é a triste notícia da morte de Robin Williams. Não posso dizer que era a maior fã dele, mas ele é o tipo de pessoa que desperta simpatia em qualquer um. Mais que isso, seus filmes, comicos e dramaticos, para crianças ou adultos, marcaram bilhoes de pessoas. Tem sempre uma atuaçao que voce se lembra de modo especial.
Para mim eu posso listar tres. Alladin, que é provavelmente meu filme da disney favorito. Jumanji, nossa, vi esse filme na sessao da tarde sem sair do sofa, com aquele agoniante barulho de tambor, como eu gostava de jumanji. E, finalmente, Sociedade dos poetas mortos.
Sociedades doa poetas mortos é meu filme favorito dele e um dos meus filmes favoritos em geral. Por algum tempo tive alguma vergonha disso. Na epoca que vi, eu encarava uma vida dubia de querer ter gostos requintados e ser considerada pretensiosa por pessoas proximas. Eu estava construindo minha paixão por literatura e não havia hora mais certa de ver o filme. Inclusive, foi ele que me levou aos primeiros passos da poesia na lingua inglesa. O filme era uma mistura de muitos elementos que me agradavam, literatura, é obvio, ambiente escolar, desenvolvimento de personalidade, elementos de historias passadas. Bom, eu estaria mentindo se não dissesse que amo esse filme.
Sobre a vergonha, bom, certos filmes sempre me pareceram que eu estava forçando uma pseudocultura, do mesmo modo que existem piadas com quem fala de pequeno principe. Isso ocorria com minhas escolhas em literatura muitas vezes. Fazer o que. Sempre tive curiosidade com os classicos. E sempre tive curiosidade com a literatura. E nessa epoca da minha vida, a literatura era sinonimo de suavidade e animação. Quando minha vida era um barco que não saia do lugar, a literatura era uma brisa fresca que fornecia certo balanço.
Foi em sociedade que Matheus se inspirou para criar o nosso clube do livro. Se no principio foi motivo de entusiasmo, sempre quis ter um clube, ele não tinha medo de ser pretensioso como eu tinha, o nome estava la e eu adorava, hoje é motivo de uma certa amargura especial.
Matheus se foi, robin williams tambem. Assim como muitas outras pessoas. 2014, nao, isso esta acontecendo desde o fim de 2013, muitas pessoas estao indo embora. Mortes anunciadas, prediciveis, compreensiveis. Morte absurdas, surpresas, injustas. Muito mais perdi nesse tempo. Amizades, esperanças, tempo e, por que não, medos. Para alguém que não saia do lugar, a vida me reservou muitas tempestades. Mas para algum motivo as coisas estao melhores. Nunca mais serão suaves como antes, mas pelo menos vejo o sol brilhando.
Inclusive, se pudesse dar um conselho ao meu eu do passado, aquele vendo sociedade dos poetas mortos, seria “continue assim, nao tenha vergonha de estar feliz, pois um dia o mundo vai começar a pesar nas suas costas e nada vai ser tão suave como hoje”vc não vai poder mais flutuar em pensamentos. Seus pes se fixaram no chao.
O peso do mundo eu sinto um pouco a cada morte. É a realidade batendo na sua porta. É o relogio apontando que o tempo passa. Vc nao é mais criança, não voltará ser, a sessao da tarde ficou no passado, e ate mesmo as sociedades de poetas. Os chás da tarde, a paisagem na varanda, as musicas na hora de dormir, a pouco tempo pra isso. Mas ainda ha tempo pra felicidade.

Button Theme